maternidade negra

Empoderamento infantil

Yeda é feminista e teve a ideia de formar um grupo com mulheres negras em 2016 depois de perceber que na região a necessidade de criar um grupo para esse público, que atendesse a necessidades específicas, como horários flexíveis de encontros.

A rede de contatos foi criada pela internet com mulheres da cidade e de outros municípios. O primeiro encontro presencial, em Divinópolis, aconteceu em 2017.

Na prática, o Chá das Pretas leva para o dia-a-dia das mulheres um trabalho de autoconhecimento, que discute o empoderamento profissional e pessoal. Além disso, diversas ações são promovidas, como projeto “Mãe Solo”, que fornece assistência a famílias carentes.

“Quando teve as enchentes em Oliveira, nós nos reunimos e mandamos doação de roupas. Toda vez que tem alguma situação em que podemos ajudar, nos reunimos e ajudamos”, pontua a recepcionista Janaina Sousa, integrante do grupo.

Além de trabalhar o crescimento das mulheres, outro papel do Chá das Pretas é orientar para que elas não deixem impunes situações que são consideradas crimes.

O grupo recebe relatos de casos de negras assediadas no trabalho, de mulheres que estão sofrendo com a violência doméstica e até mesmo mulheres que passam por situação de algum relacionamento abusivo.

Com informações do G1 Centro-Oeste

0 comentário em “Empoderamento infantil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: