Notícias e Atualidades política nacional

A Casa Grande surta com as críticas contundentes a fundadores de cidade do Mato Grosso

Lideranças políticas em Sinop e região reagiram, com duras criticas, as declarações da professora universitária Lélica Elies Pereira de Lacerda, feitas na última sexta-feira, na tribuna da Câmara de Sinop, com ataques aos pioneiros que fundaram a cidade, no início da década de 70.

Lélica se pronunciou durante a audiência pública da câmara, convocada pela vereadora professora Graciele Santos (PT), para debater projeto de reforma administrativa. “A gente vê sinais de um um novo tempo. Nós estamos aqui numa câmara, em Sinop, capital do agronegócio de fato”, começou seu discursou, onde comete equivocou porque Sinop é considerada capital do Nortão. Sorriso é a capital do agronegócio.

Nunca tinha vindo pra Sinop e, no caminho pra cá, fiquei bastante desconcertada de ver como os homens brancos conseguem ser absolutamente incompetentes e não ter autocrítica nenhuma sobre eles, né. Eles constituíram um modo de produção que está acabando com a humanidade, nós estamos numa crise econômica, numa crise política, numa crise ética, numa crise estética, numa crise ambiental, numa crise sanitária. Tudo isso porque o mundo foi submetido ao projeto de meia dúzia de homens brancos que se deram ao direito de submeter a economia global aos interesses girando em torno do seu umbigo”, discursou.

“Não importa que não esteja chovendo, tem que queimar o pantanal. Não importa que não tenha oxigênio para as pessoas lá em Manaus, tem que continuar privatizando o SUS. Então a gente vive um mundo em colapso e o colapso desse mundo significa o colapso do poder capitalista, do poder branco patriarcal. Nosso país, originalmente, temos 10 mil anos de vida de povos indígenas aqui no nosso território em plena harmonia com a natureza. Não tinha destruição ambiental, não tinha gente passando fome, não tinha gente sem casa. Todo mundo conseguia viver na natureza, harmonicamente, tirar da natureza o que precisava para poder se manter”, afirmou a professora, lotada na UFMT em Cuiabá, e que atua na área social.

“A história de Sinop, gente, significa Sindicato (sic) Imobiliário do Noroeste do Paraná. Sinop é em si o nome do poder colonial que desconsiderou a existência de pessoas nessa terra, indígenas, quilombolas, ribeirinhas”. “Porque existe uma compreensão de supremacia racional, a elite branca, capitalista olha para os povos indígenas e o povo negro e os tem como bárbaros, como menos humanos. E, na medida em que o homem branco desumaniza a mulher, coloca a mulher como seu bibelozinho, um animal doméstico para procriação e cuidado das crias”, “se dá o direito de tratar a natureza como uma coisa quando, na verdade, a natureza tem as suas necessidades para seguir constituindo a própria vida humana”.

A professora cometeu outro equívoco em seu discurso ao explicar o significado da sigla Sinop. Na realidade é Sociedade Imobiliária Noroeste do Paraná e não sindicato.

As declarações de Lélica foram atacadas pelo vereador e professor Hedvaldo Costa. “Me sinto ofendido e indignado”. “A professora fez uso da palavra xingando as pessoas brancas, xingando os colonizadores, dizendo que entraram aqui em Sinop e região Norte como predadores e destruidores. Essa cidade é o que é porque os pioneiros amassaram barro e comeram poeira”. “É falta de respeito do uso do poder legislativo de Sinop, uma falta de respeito muito grande com quem veio” de diversos Estados “para cá para tentar conseguir dignidade, estabilidade para sua família, para tentar arrumar emprego, sobreviver”. “Denegriram a imagem das pessoas com palavras racistas. Eu não sei o que essa gente quer, se é fazer algum protesto ou transformar o Brasil numa Venezuela”. “Por que a senhora não foi dar aulas lá na Venezuela, lá em Cuba, ou em uma cidade pobre ?”, questionou Hedvaldo. “Pra UFMT vir (para Sinop) muita gente pioneira ralou, brigou e lutou para trazer a universidade onde a senhora tá dando aula hoje”, recordou.

O deputado estadual Gilberto Cattani (PSL) disse que tomará providências. “Fico triste em saber que uma professora cometeu tamanho disparate” em “ofender, denegrir, ameaçar e achincalhar o agronegócio do Estado. Ela não parou por aí. Essa senhora cometeu atos de racismo na Câmara Municipal de Sinop, separando a raça do homem branco das outras raças. Essa senhora cometeu atos inomináveis contra as pessoas que chegaram em Sinop e desbravaram o Norte de Mato Grosso. Essa pessoa agrediu a própria cidade de Sinop e todos os seus pioneiros. Mas não se ateve só a Sinop, a todas as pessoas que desbravaram o Estado de Mato Grosso, inclusive os mato-grossenses natos”, disse o deputado. “Quando essa esquerda nefasta comete esse tipo de crime, ninguém faz nada. Mas nós vamos fazer !”. “Isso não vai ficar impune”. “Essa senhora vai responder pelos crimes que cometeu na Câmara de Sinop e a vereadora junto com ela”, concluiu o deputado.

Fonte: site Só Notícias

2 comentários em “A Casa Grande surta com as críticas contundentes a fundadores de cidade do Mato Grosso

  1. Domicio Santos

    Mais um desrespeito ao povo trabalhador, generoso e hospitaleiro de Sinop .o título dessa matéria ja demonstra o quão tendenciosa ela é. Nos, sinopenses, de todas as classes sociais, pioneiros ou não, não aceitamos esse tipo de insulto. Nossa cidade sempre acolheu äqueles que para vieram em busca de melhores condições de vida às suas familias. Todos, independente, de qualquer rótulo que recebam, encontram aqui oportunidades para trabalho e melhoria de suas condições de vida. Deus salve nossa terra!

    Curtir

    • Comunidade Pérolas Negras

      O único equívoco que vimos foi errar a “capital”. O povo trabalhador sofre na mão da elite que comanda a cidade. Elite essa, herdeira da meia dúzia de homens brancos que fundaram a cidade. O povo ( mundaréu de gente hospitaleira) não tem nada a ver com a oligarquia familiar da cidade.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: